Saúde – Urandir & Just-True News

No último post você ficou sabendo mais sobre os distúrbios da Articulação Têmporo-Mandibular, a ATM, e viu também que muitas pessoas sofrem, percorrendo vários médicos em busca de uma solução para suas dores de cabeça, tonturas e zumbidos, até chegarem ao cirurgião dentista.

Também devemos lembrar que algumas doenças apresentam sinais e sintomas semelhantes, por isso que os pacientes devem fazer uma avaliação com profissionais competentes e de forma a detectar se o seu problema é de origem neurológica, otorrinolaringológica, odontológica ou outras causas.

Enxaquecas, tonturas, dores de cabeça, zumbidos nos ouvidos, sensação de areia e estalidos na abertura e fechamento da boca são alguns dos sintomas mais comuns quando o paciente apresenta um distúrbio da ATM.

Se esses sinais e sintomas estiverem associados à dificuldade de abertura da boca, estalidos ou a alguma limitação dessa região, é muito provável que seja, de fato, um problema da articulação (ATM). Porém, o quadro precisa ser muito bem avaliado. Para isso, o principal aliado para o diagnóstico é o exame físico, quando o paciente é avaliado durante a consulta com um especialista.

Há, ainda, os chamados exames complementares por imagem, que são:

- Radiografia panorâmica: mostra como estão os ossos da maxila e mandíbula, e todos os dentes.

- Tomografia computadorizada: com mais riqueza de informações, mostra se o osso da mandíbula tem alguma alteração, por exemplo. Em casos avançados, começam a aparecer algumas pontas ósseas decorrentes da absorção, chamadas de osteófitos.

- Ressonância magnética: é o exame mais específico. Além de mostrar algumas alterações ósseas, detalha, principalmente, como está o disco articular. Quando o paciente abre e fecha a boca, existe um amortecedor que se interpõe entre o osso da base do crânio e o da mandíbula, que é móvel. Esse amortecedor é uma fibrocartilagem, que acompanha a mandíbula durante esses movimentos.

Se não houver coordenação durante a movimentação, pode acontecer o deslocamento do disco articular e, a longo prazo, até perfuração desse disco. A ressonância é a única capaz de mostrar alterações em tecidos moles.

Com exceção da radiografia panorâmica, que normalmente é realizada em clínicas de radiologia odontológica, as demais são realizadas em clínicas radiológicas convencionais e normalmente são cobertas pelo seu plano de saúde.

Em alguns casos faz-se necessário alguns exames laboratoriais também, pois doenças sistêmicas podem afetar as articulações do corpo e também a ATM.

Aí sim, quando o profissional tiver todas as informações de que precisa em mãos, poderá definir a extensão do problema e a sua severidade e dessa forma instituir o melhor plano de tratamento para o paciente.

Saúde – Urandir & Just-True News
fonte: band saúde www.band.com.br