Moda & Estilo – by Urandir & Just-True News

   urandir   MODA   Funcionária se demite depois de ser criticada por comprimento do short

Sylvia não admitiu as criticas sobre o short
Reprodução/Twitter

Sylvia Stoel, funcionária da loja norte-americana JCPenny, se revoltou depois de ser mandada para casa pelo seu chefe pois, segundo ele, o short que usava era inapropriado para o local de trabalho. A garota de 17 anos não aceitou a situação e se demitiu no mesmo dia.

Em sua conta do Twiter, a garota contou que comprou o short na própria loja em um departamento exclusivo para os funcionários. Mesmo assim, o homem disse que Sylvia precisava trocar de roupa.

— Ele me perguntou quanto tempo levaria para eu me trocar. Então eu disse que demoraria um dia todo e que não iria mais voltar.

Saiba tudo sobre o universo feminino 

Em entrevita ao Huffington Post, a garota afirmou que o chefe nunca tinha mencionado que era proibido trabalhar de short. Além disso, Sylvia confessou ao Today que não achou que sua roupa era inapropriada.

— Eu comprei a peça achando que era profissional. Ele não é curto, então não achei que era inaprorpiado! 

A história de Sylvia teve grande recercução nas redes sociais. Muitas mulheres mandaram mensagens em apoio a garota.

— Você deveria nunca mais voltar ou comprar algo nesta loja.

Leia Mais

Marca de lingerie lança linha de calcinhas sexy que promete desbancar o mercado de absorventes

Marca é acusada de realizar campanha irreal com mãe sarada; veja polêmicas do mundo da moda

Acesse o R7 Play e assista à programação da Record quando quiser

 

Moda & Estilo – by Urandir & Just-True News
fonte: record moda r7.com