Tecnologia & Ciencia – Urandir – Just True News

<div class="media_box full-dimensions660x360">

<div class="edges">
<img class="croppable" src="https://img.r7.com/images/daisy-tecnologia-reciclavel-da-apple-13012020143553233?dimensions=660×360" title="O robô é capaz de separar o dispositivo em 14 componentes recicláveis " alt="O robô é capaz de separar o dispositivo em 14 componentes recicláveis " />
<div class="gallery_link">
</div>

</div>
<div class="content_image">
<span class="legend_box ">O robô é capaz de separar o dispositivo em 14 componentes recicláveis </span>
<span class="credit_box ">Divulgação/Apple </span>
</div>
</div>

<p>
Em uma nova política de sustentabilidade, apresentada em 2018, a gigante da tecnologia Apple, decidiu, construir um robô capaz de desmontar iphones antigos e transformá-los em material reciclável para seus novos modelos.</p>
<p>
Dentro da zona industrial de Austin, Austrália, em um prédio sem fachada e nenhum alarde, uma pequena equipe trabalha no desenvolvimento de tecnologia capaz de tornar componentes eletrônicos de iphones antigos em peças totalmente reutilizáveis.</p>
<p>
O robô “Daisy”, desenvolvido especificamente para separar componentes do Iphone, combina tecnologia com força humana e transforma os smartphones velhos em pedaços de plástico, metal e vidro, que juntos seriam impossíveis de se utilizar.</p>
<p>
A medida cria um “loop fechado”, como diz Lisa Jackson, vice-presidente de iniciativas ambientais da Apple, em entrevista à Reuters. Assim, a produção deixa de depender de mineradoras e produz sua própria matéria prima.</p>
<p>
A marca já possui políticas específicas para a redução de impacto ambiental. Grande parte de sua energia utilizada vem de fontes renováveis. Agora, eles pretendem não apenas resolver o problema da grande massa de detritos e lixo eletrônico produzido pela indústria, mas também ditar uma tendência a ser seguida.</p>
<p>
O laboratório em que funciona a “Daisy” foi aberto em abril, e ainda não existe previsão de quando a Apple passará a utilizar 100% de materiais renováveis em seus produtos.</p>

<div class="media_box embed network_box" data-name="playbuzz"><div style="width:100%;height:0;padding-bottom:56%;position:relative;"><iframe src="https://giphy.com/embed/WSrnqrIET12wBWgPUe" width="100%" height="100%" style="position:absolute" frameBorder="0" class="giphy-embed" allowFullScreen></iframe></div><p><a href="https://giphy.com/gifs/WSrnqrIET12wBWgPUe">via GIPHY</a></p></div>
<p>
Segundo a Apple, o robô é capaz de extrair até mesmo o lithium da baterias, além de outros 13 minerais. O processo usa quatro fases: a bateria é removida com ar na temperatura de -80 graus Celsius e em seguida a maquina desmonta todos os parafusos e componentes presentes.</p>
<p>
Os detritos e materiais não biodegradáveis são um dos problemas mais graves da humanidade. Segundo dados da Universidade das Nações Unidas, em 2016 foram gerados 44,7 milhões de toneladas em lixo eletrônico. </p>
<p>
A empresa vendeu no ano passado 217,7 milhões de iphones no ano passado, o equivalente a 68 milhões de materiais utilizados e que em alguns anos, serão detritos.</p>
<p>
Existem planos para compartilhar a tecnologia com outras empresas do mercado, a fim de criar um ambiente de produção mais sustentável.</p>
<p>
Em vídeo disponibilizado pela empresa (em inglês) é possível visualizar o processo completo: </p>

<div class="media_box embed video_box" data-name="youtube"><iframe width="660" height="330" src="https://www.youtube.com/embed/hHZMcSgd8XA" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe></div>

<p>
*<em>Estagiário do <strong>R7</strong>, sob supervisão de Pablo Marques</em></p>

Tecnologia – Urandir – Just True News
fontes: Urandir News & Record Tecnologia www.r7.com