Just True Notícias by Urandir News 2016

STF não é redator da Constituição, diz presidente interino do Congresso  Just True Urandir Pesquisa Ciencia Ufologia Tecnologia  ef89 38lt3x8eer gsa74rhpf file jpg dimensions 460x305   urandir   NOTÍCIAS   STF não é redator da Constituição, diz presidente interino do Congresso

Cunha Lima (foto) participou de evento em São Paulo
Marcelo Chello/Cjpress/Estadão Conteúdo

O presidente interino do Congresso Nacional, senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), disse nesta segunda-feira (9), em um evento em São Paulo, que espera que o STF (Supremo Tribunal Federal) resolva a “dúvida” que surgiu em relação ao afastamento do mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

— Nós confiamos no Supremo como guardião da Constituição. Como redator da Constituição não.

No entanto, Cunha Lima negou que haja uma tensão institucional entre os dois Poderes.

— Não adianta tentar artificializar uma crise, um conflito ou uma guerra que não existe.

O senador destacou a divergência de opiniões entre os integrantes da turma do STF que julgou o afastamento de Aécio.

— A decisão da Primeira Turma não foi por unanimidade, foi por maioria de votos. Foram três votos contra dois. A Primeira Turma já se mostrou dividida. A interpretação que se faz é que a Primeira Turma não teria poderes para tomar aquela decisão, e sim o plenário do Supremo. É aguardar o que virá da decisão do plenário do Supremo e o Senado vai sim se posicionar sobre essa decisão.

Na quarta-feira (9), o plenário do STF deverá analisar uma ação que não é o caso de Aécio Neves, mas que trata do afastamento de parlamentares. A decisão afetará o julgamento que suspendeu o mandato do tucano.

O ministro do STF Gilmar Mendes, que também participou do evento, afirmou que o Supremo “terá que refletir sobre essas questões e fazer uma análise bastante aprofundado do texto constitucional”.

— O que nós devemos evitar são decisões panfletárias, decisões populistas. São decisões que não encontram respaldo no texto constitucional. Esse é o grande risco para o sistema, porque nós vamos produzindo decisão que provoca insegurança jurídica e provoca dúvida sobre a capacidade do Tribunal de aplicar bem a Constituição.

Urandir | Notícias 2016

Just True Notícias & Urandir News – fonte r7.com