Mundo Notícias – by Urandir & Just-True News

Tia Coleman perdeu parentes em acidente que matou 17 das 31 pessoas a bordo de um ônibus anfíbio em um lago do Missouri, nos EUA. Tia Coleman, a sobrevivente do naufrágio que matou nove pessoas de sua família nesta semana, nos Estados Unidos, relatou emocionada como o acidente aconteceu. Ela falou em entrevista coletiva no hospital Cox Medical Center Branson, no estado do Missouri, para onde foi levada e passa por tratamento.
O naufrágio foi provocado por uma tempestade e matou 17 das 31 pessoas que estavam a bordo de um ônibus anfíbio, em um lago do Missouri, na última quinta-feira (20). Morreram na tragédia os três filhos, o marido, a cunhada, um sobrinho, os sogros e um tio do marido de Tia.
Ela contou que o barco foi “varrido por uma imensa onda” e que sentia que não parava de afundar. Disse que chegou a pedir a Deus que a deixasse morrer, mas depois que conseguiu chegar à superfície rogou para que continuasse viva para tentar salvar os filhos.
“Eu só lembro de continuar afundando e afundando não importava o que eu fizesse. E a água estava muito, muito gelada. Então eu vi que a gente estava muito no fundo e eu não conseguia ver ninguém, nem ouvir nada”, contou.
Tia disse que parecia que ela estava sozinha no fundo do lago e então começou a gritar.
“Eu fiquei gritando e finalmente disse: ‘Senhor, me deixe morrer. Eu não posso continuar afundando’. E então eu só me deixei levar e aí comecei a flutuar até chegar à superfície. Aí eu pulei e vi um barco grande. (…) E quando eu percebi, eles estavam jogando coletes salva-vidas para as pessoas. E então eu disse: ‘Jesus, por favor me mantenha viva para que eu possa salvar meus filhos’”, completou.
A mulher contou ainda que havia coletes salva-vidas na embarcação, mas que a tripulação disse que não havia perigo.
“Se eu tivesse conseguido pegar os coletes, eu poderia ter salvado meus bebês. Porque eles poderiam ao menos flutuar até que alguém os pegasse.”

Sobrevivente de naufrágio nos EUA diz que tripulação insistiu que não havia perigo
Fortes ventos
O ônibus anfíbio naufragou na tarde de quinta-feira no lago Table Rock, no Missouri, supostamente por causa dos fortes ventos que castigaram a área.
O Serviço Meteorológico dos EUA registrou ventos constantes de mais de 65 km/h e máximos de até 100 km/h que afetaram a área na hora do acidente.
A empresa que operava a embarcação é de Branson, uma cidade que recebe turismo nacional durante o verão no lago Table Rock.
Os veículos anfíbios turísticos são réplicas dos veículos militares DUKW utilizados durante a Segunda Guerra Mundial, que podem circular na terra e navegar na água.

Mundo Notícias – by Urandir & just -True News
Artigo Publicado no Globo.com https://g1.globo.com