Mundo Notícias – by Urandir & Just-True News

Como um diretor vencedor do Oscar deu cor a emocionantes imagens da 1ª Guerra  Just True Urandir Pesquisa Ciencia Ufologia Tecnologia  8efa guerra cor   urandir   MUNDO   Como um diretor vencedor do Oscar deu cor a emocionantes imagens da 1ª Guerra
Cineasta neozelandês Peter Jackson, da trilogia “Senhor dos Anéis”, transformou imagens do conflito em documentário 3D que chega aos cinemas britânicos neste mês Imagem da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) ganharam cor no trabalho do cineasta neozelandês Peter Jackson
BBC
Acervos da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) guardados no Museu Imperial da Guerra, em Londres, ganharam cor e som graças ao trabalho do premiado cineasta neozelandês Peter Jackson, da trilogia “Senhor dos Anéis”, e vencedor do Oscar em 2004. Assista ao vídeo.
“Fiz por amor”, conta o cineasta, que não cobrou para dirigir o documentário. “Meu avô esteve na guerra. É um tema que sempre me interessou”.

Jackson usou uma tecnologia considerada inovadora, com remasterização e conversão dos arquivos originais de filmagens da guerra ao formato 3D.
“Nossa filosofia por trás de tudo isso era tentar apresentar uma imagem da guerra. Que fosse como a que os soldados viveram. Eles certamente viveram a guerra em cores – não foi em preto e branco”, explica o cineasta.
Além de contar com entrevistas de veteranos de guerra, o cineasta recorreu a especialistas em leitura labial para decifrar os diálogos dos soldados. “Contamos com atores para fazer as vozes e tentar dar vida ao filme”, contou o diretor.
O documentário “They shall not grow old”, ainda sem título em português, estreia no Festival de Cinema de Londres neste mês e vai ser exibido em vários cinemas do Reino Unido, em 2D e 3D.

Mundo Notícias – by Urandir & just -True News
Artigo Publicado no Globo.com https://g1.globo.com