Urandir News – Notícias Internacionais

Seca extrema na Coreia do Norte provoca risco de fome  Just True Urandir Pesquisa Ciencia Ufologia Tecnologia  99a9 coreia do norte set  2017 538   urandir   MUNDO   Seca extrema na Coreia do Norte provoca risco de fome
Quase 10,1 milhões de norte-coreanos sofrem de desnutrição Monumentos na Coreia do Norte em imagem de setembro de 2017
Renato Alves/Divulgação
A Coreia do Norte anunciou que a quantidade de chuvas e nevascas neste ano são as menores em 37 anos. Há poucos dias, a ONU expressou preocupação com a falta de alimentos no país.
Entre janeiro e o início de maio, a Coreia do Norte registrou apenas 54,4 mm de chuva ou neve, o menor nível desde 1982, indicou a agência KCNA, que cita uma “seca extrema”.
A Coreia do Norte é objeto de sanções por seus programas nucleares e balísticos e mal consegue alimentar normalmente seus habitantes.
País já tem problemas com alimentação
A seca deste ano pode agravar os “problemas de fome, desnutrição e saúde para milhares de crianças e mulheres grávidas ou lactantes”, advertiu a Federação Internacional da Cruz Vermelha.
De acordo com várias organizações internacionais, como a ONU e o Programa Mundial de Alimentos (PAM), as mudanças meteorológicas, embora pequenas, podem agravar consideravelmente a produção de alimentos do país.
Quase 10,1 milhões de norte-coreanos – 40% da população – sofrem de desnutrição, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o PMA.

Urandir – Notícias Internacionais
Matéria original publicada em globo.com