Urandir News – Notícias Internacionais

Protestos continuam no Líbano após nomeação de novo governo  Just True Urandir Pesquisa Ciencia Ufologia Tecnologia  d60c ap20022569186954   urandir   MUNDO   Protestos continuam no Líbano após nomeação de novo governo
Manifestantes voltaram às ruas por considerar que novo gabinete continua a favorecer classe política. Houve confrontos nas ruas de Beirute. Manifestante atira pedaço de pedra em policiais durante confronto em Beirute, no Líbano, nesta quarta-feira (22)
Bilal Hussein/AP Photo
Os protestos no Líbano continuaram nesta quarta-feira (22), no mesmo dia em que o gabinete recém-formado pelo primeiro-ministro Hassan Diab começou a trabalhar. Embora a mudança de governo tenha sido uma das principais reivindicações dos libaneses, manifestantes seguem descontentes.
Nas ruas da capital Beirute, os ativistas dizem que o novo governo não representa o desejo de mudança visto nos protestos. O novo gabinete foi composto por nomeações dos maiores partidos políticos libaneses — incluindo o Hezbollah, que tem militância política com representação no Parlamento do Líbano, além do grupo armado.
Primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, marcha em cerimônia de inauguração do novo governo libanês nesta quarta-feira (22)
Dalati Nohra/Lebanese Government via AP
As manifestações que culminaram na queda do então primeiro-ministro Saad Al-Hariri, em outubro, têm como pauta principal a rejeição à classe política, sobretudo em meio à pior crise econômica atravessada pelo Líbano.
“São os mesmos partidos, a mesma elite política corrupta”, disse à Associated Press o manifestante Mahmoud Shaar, de 40 anos.
Manifestante atira pedra em policiais, que respondem com jatos d’água, durante protesto em Beirute, no Líbano, nesta quarta-feira (22)
Bilal Hussein/AP Photo
Barreira montada no centro de Beirute, no Líbano, para conter manifestantes nesta quarta-feira (22)
Bilal Hussein/AP Photo
Assim como no fim de semana, houve confrontos entre manifestantes e forças de segurança no centro de Beirute. Um grupo vandalizou lojas e restaurantes em um centro comercial da cidade, e alguns dos manifestantes usaram pedaços dos pisos quebrados como arma contra os policiais.
Os agentes de segurança, então, revidaram com canhões de água e bombas de gás lacrimogênio. Não há números consolidados de feridos nos confrontos desta quarta-feira. No fim de semana, mais de 500 pessoas se feriram em meio à violência dos protestos.
Novo governo do Líbano
O gabinete do novo primeiro-ministro do Líbano fez, hoje, a primeira reunião de trabalho
O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, anunciou na terça-feira a formação de um novo governo. O novo gabinete é anunciado em meio a uma série de protestos que derrubaram o antigo premiê Saad Al-Hariri em outubro. Desde então, o país passava por um vácuo de poder.
Em declaração nesta terça, Diab prometeu resolver a questão da economia do país e fortalecer a moeda local, a libra libanesa — cotada a R$ 0,003.
“Vamos ser rápidos, mas não apressados, ao conduzir a situação econômica”, prometeu.

Urandir – Notícias Internacionais
Matéria original publicada em globo.com