Urandir News – Notícias Internacionais

Guaidó diz que ex chefe de polícia Iván Simonovis foi libertado de prisão domiciliar  Just True Urandir Pesquisa Ciencia Ufologia Tecnologia  db63 2014 09 20t120000z 958840676 gm1ea9l03cu01 rtrmadp 3 venezuela prisoner   urandir   MUNDO   Guaidó diz que ex chefe de polícia Iván Simonovis foi libertado de prisão domiciliar
Apesar do anúncio do autoproclamado presidente interino, não está claro onde ex-chefe de polícia se localiza no momento. Imagem de 2014 mostra Iván Simonovis ao lado da filha e da mulher, em sua casa em Caracas
Reuters/Carlos Garcia Rawlins
O ex-chefe de polícia venezuelano Iván Simonovis deixou sua casa em Caracas apesar de estar em prisão domiciliar, disse nesta quinta-feira (16) o autoproclamado presidente interino Juan Guaidó. Simonovis era considerado um preso político pela oposição.
Sua libertação acontece duas semanas depois de ser solto o ex-prefeito de Chacao Leopoldo López, que também estava em prisão domiciliar. Agentes do Serviço bolivariano de Inteligência (Sebin) ajudaram López a escapar em meio ao levante militar liderado por Guaidó, que acabou fracassando.
“Ele recebeu um indulto em 30 de abril que não foi executado. Hoje está em justa liberdade. Aqui não haverá mais presos políticos “, disse Guaidó durante uma coletiva de imprensa.
Guaidó também confirmou que mandou à Noruega delegados para negociações com o governo de Nicolás Maduro, conforme noticiado por uma rádio local. Ele disse no entanto, que não embarcaria em “falsas negociações” com o regime chavista.
Simonovis foi condenado a 30 anos de prisão pela morte de manifestantes durante a crise que culminou no golpe de Estado de 2002 contra o então presidente Hugo Chávez, deposto por 48 horas do poder.
Mais cedo, Bono Pertiñez, mulher de Simonovis, disse que não sabia onde ele estava depois que agentes do Sebin cercaram sua casa.
“Eu não estou na minha casa, vizinhos me informam que a rua de acesso está fechada. Neste preciso momento, não tenho nenhuma informação sobre o paradeiro de meu marido Simonovis. Há dias o Sebin vem ameaçando devolvê-lo à cadeia “, afirmou Pertíñez no Twitter.
Segundo o jornal “El Nacional”, as forças de segurança negaram passagem a Joel García, advogado de Simonovis. Apesar da declaração de Guaidó, a localização de Simonovis ainda é desconhecida.

Urandir – Notícias Internacionais
Matéria original publicada em globo.com